Uma metodologia para a mobilização das juventudes

A cartilha Comissão de Jovens Multiplicadores/as da Agroecologia: uma metodologia para a mobilização das juventudes rurais tem o objetivo de resgatar e partilhar a história do trabalho desenvolvido pelo Centro Sabiá com as juventudes, desde as primeiras abordagens, da assessoria ao protagonismo infantojuvenil até a construção da sua metodologia de intervenção com as CJMA, um lugar de animação, mobilização, formação e articulação das juventudes, para incidência em suas comunidades e territórios, buscando sua inserção nas dinâmicas de construção da Agroecologia e, sobretudo, nos espaços políticos.

Como é o propósito da Série Conhecimentos, esta cartilha traz a metodologia de trabalho utilizada nas atividades da CJMA, na qual se destacam três frentes: o fortalecimento da identidade das juventudes camponesas; o estímulo ao protagonismo político e auto-organização e a construção da Agroecologia como caminho para a permanência das juventudes no campo e promoção do bem viver. Trabalhar com a dimensão da identidade significa reconhecer e valorizar as juventudes camponesas em sua diversidade enquanto sujeitos coletivos, e também garantir um espaço de escuta a essa juventude, fortalecendo sua autoestima. A identidade aqui é tratada em sua multiplicidade: geracional, de gênero, orientação sexual, étnica racial e camponesa, e vai sendo construída a partir do resgate e compartilhamento das experiências comuns a cada jovem.

http://www.centrosabia.org.br/cartilhas